O que é percepção e porque isso importa em sua vida

TUDO começa nos ESTÍMULOS, que são os fatos e circunstâncias da vida. Nosso cérebro recebe esses estímulos e executa a PERCEPÇÃO. A partir disso, adicionamos SIGNIFICADO aos estímulos. 

Estímulos –> Percepção –> Significado 

Percepção é a função cerebral de atribuir significado a estímulos. 

O processo de percepção começa na atenção: no que você foca X no que você não foca. Ou seja, a sua percepção depende de onde está a sua atenção. Vamos aos exemplos? 

Exemplo 1: O animal da figura pode ser um coelho ou um pato. Se você colocar sua atenção à esquerda, verá o pato. Se você colocar sua atenção à direita, verá o coelho. Não existe percepção certa ou errada. 

Exemplo 2: essas duas pessoas estão tentando descobrir se o número é, na realidade, 6 ou 9. A resposta é: depende. Depende da percepção, da interpretação, da atribuição de significado que cada um deu ao símbolo. 

Podemos estender essa análise para nosso dia a dia e concluir que, na verdade, todos os fatos são neutros. Uma vez que adicionamos significados a eles, fornecemos interpretações como: 

Isso foi bom / Isso foi ruim.

Isso é bonito / Isso é feio. 

Isso é interessante / Isso é chato. 

Etc… 

Se eu vivo para um fato e rotulo ele como RUIM, na verdade essa característica é apenas a minha percepção dele. Outra pessoa pode perceber de forma diferente. 

Por isso, o estudo da percepção é de extrema importância: o nosso comportamento é baseado na interpretação que fazemos da realidade e não na realidade em si.

A sua PERCEPÇÃO dos fatos é muito mais relevante do que os fatos em si. Não acredita?

Se isso não fosse verdade, todas as pessoas reagiriam aos fatos da mesma forma. E não é isso que acontece. Duas pessoas vivem o exato mesmo fato e têm reações completamente diferentes. 

  • Duas pessoas foram para praia e choveu, uma ficou mal humorada e a outra deu risada da situação e tomou banho de chuva. 
  • Duas pessoas levaram um pé na bunda, uma acreditou que nunca se recuperaria e a outra decidiu cuidar mais de si própria.
  • Duas pessoas foram demitidas, uma decidiu esperar a crise passar e a outra ativou toda sua rede de contatos até conseguir uma oportunidade.
  • Duas pessoas quebraram a perna, uma se lamentou pelos 4 meses de recuperação e a outra aproveitou o repouso para ler todos os livros que, antes, não tinha tempo. 

Agora, você já sabe que essas diferenças existem porque as pessoas PERCEBEM os fatos de formas diferentes. 

Então… Como você tem percebido sua realidade?

Conte comigo,

Cecilia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima