Eu ODEIO o meu trabalho, e agora?

Nem preciso dizer o quanto isso é comum, né? 

  • Minha chefe é muito exigente…
  • A empresa não valoriza o meu potencial… 
  • Meus colegas são muito competitivos… 
  • A concorrência é desleal…
  • O mercado está saturado…
  • As pessoas não compram o meu produto…
  • O curso é muito caro… 
  • O país está em crise… 

Nesse artigo, vou compartilhar estratégias preciosas para lidar com essa situação. 

  1. Faça uma avaliação cuidadosa: aponte onde exatamente está o problema. O QUE você odeia? Sua chefe? A empresa? Suas tarefas? Nós temos uma tendência a generalizar nossos problemas, então não caia nessa armadilha.
  2. Pare de reclamar: vamos lá, você sabe que isso não vai resolver seu problema e ainda vai te criar outros. Ninguém melhora a própria vida enquanto reclama. Respire e pense: “é uma fase, eu preciso estar bem para melhorar isso”. 
  3. Entenda que tipo de mudança seria adequada: uma mudança pequena? Às vezes, um ajuste muda tudo! Ou uma mudança grande? Se esse for o caso, comece a se planejar. 
  4. Escreva possíveis soluções: papel e caneta na mão. Registre as diversas opções (sempre há muitas). À medida que você organiza as ideias, suas decisões se tornam mais claras. 
  5. Elabore um plano financeiro: qualquer que seja a mudança, vai ativar seu circuito do medo. Nosso dinheiro é visto pelo cérebro como segurança, por isso, faça o possível para aumentar sua reserva. 
  6. Se movimente: as respostas não chegam até nós enquanto estamos apenas esperando. Comece a agir, mesmo que sem certeza certeza absoluta da direção. Estude um assunto diferente, converse com pessoas novas, etc. 

Você já conhece o meu novo e-book gratuito? 5 atitudes para alavancar a sua carreira (de acordo com a neurociência). 

Para fazer o download, CLIQUE AQUI.

Conte comigo!

Cecilia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima