Como lidar com o mal do século

Essa semana a gente conversou sobre ansiedade no Instagram e o assunto rendeu muito! Por isso, decidi compartilhar aqui também.

Vamos começar do começo: a ansiedade é uma característica inata que antecede momentos de perigo, ou seja, é extremamente útil. Essa sensação direciona os esforços do nosso corpo para que possamos prever problemas, criar estratégias e buscar soluções.

Por que a ansiedade virou um problema?

Temos um enorme potencial criativo e, em momentos de crise, tendemos a usar ele para o mal: criamos filmes trágicos, imaginamos o pior cenário, relembramos experiências ruins…

O que mais preocupa em relação à ansiedade é que ela vem sendo romantizada – a gente acha “interessante” ser ansioso. É como se fizesse parte do pacote de uma pessoa “bem sucedida”. Não faz, ok?

Podemos passar por momentos mais intensos, mas a ansiedade crônica é um problema sério e impede o que realmente importa: ser feliz.

Aqui vão alguns hábitos que, comprovadamente, melhoram a forma com que lidamos com a ansiedade:

  • Auto-observação: observe seus comportamentos e comece a analisar quando e porque você se sente ansioso.
  • Sintomas: identifique como seu corpo reage à ansiedade (não conseguir dormir, roer unha, sentir tensão muscular, não parar de se mexer, sentir dor de cabeça ou estômago)
  • Aceitação: não somos e não seremos perfeitos! Às vezes, os pratinhos vão cair.
  • Organização e planejamento: esses hábitos fazem com que você use a ansiedade para o que ela foi feita – solucionar!
  • Meditação, oração, respiração, yoga: pratique alguma atividade que te conecte com o momento presente.
  • Exercícios físicos e alimentação adequada: você tem alguma dúvida que a forma com que você cuida do seu corpo afeta a sua mente?
  • Interação social de qualidade: busque apoio emocional em pessoas que você confia e se afaste daqueles que não contribuem. Lembre-se: emoção contagia.
  • Pratique hobbies: viva intensamente seus momentos de lazer. Se for em contato com a natureza é ainda melhor para aliviar a tensão.
  • Soluções alternativas: florais, acupuntura, reiki… o que você se adaptar melhor.
  • Terapia ou coaching: programas de autoconhecimento melhoram muito a administração da ansiedade!

Contem comigo!
Cecilia

3 comentários em “Como lidar com o mal do século”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima