Multipotencial: planeje sua carreira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Quando somos crianças ou adolescentes sempre nos perguntam o que vamos querer ser quando crescermos ou qual faculdade queremos cursar. Como relata Emilie Wapnick em seu TED – Porque é que alguns de nós não têm apenas uma verdadeira vocação– estas são perguntas difíceis para uma multipotencial diante de tantos interesses. 

Além disso, no passado era comum que as pessoas fizessem uma escolha profissional e se dedicassem somente a ela por toda a vida… Atualmente, o cenário é bem diferente.

As trajetórias profissionais são mais voláteis: 

  • A demanda do mercado mudo muito rápido
  • Novos formatos de trabalho são criados 
  • O conhecimento foi democratizado
  • As barreiras geográficas são mínimas
  • A aposentadoria NÃO está logo ali 
  • Nos permitimos fazer mais mudanças

Tudo isso favorece as multipotenciais.

Por outro lado, é comum que a multipotencial se sinta inadequada em uma sociedade que tanto propaga que devemos buscar UM ÚNICO propósito específico para nos sentirmos realizadas na carreira. 

Sou multipotencial?: As características da multipotencialidade

  • Você gosta de muitas coisas diferentes?
  • Possui interesse por temas diversos?
  • Poderia fazer curso sobre inúmeras áreas de conhecimento?
  • Gosta de conversar sobre temas variados?
  • Se sente, às vezes, confusa ou indecisa na sua carreira?
  • Costuma mudar de ideia sobre seus desafios profissionais?

Se você respondeu SIM a estas perguntas, existe uma grande possibilidade de você ser uma multipotencial. 

Vantagens: o lado bom de ser multi! 

Uma grande virtude das multipotenciais é a criação de grande repertório de conhecimentos, talentos, técnicas, habilidades e ideias que favorecem a sua criatividade.

São pessoas que têm grande sede de conhecimento e gostam de explorar coisas novas. Além disso, são mais resilientes e adaptáveis às situações e possibilidades que lhe aparecem – características essenciais para o mercado contemporâneo.

Por terem muitos interesses, são pessoas que conseguem se imaginar sendo felizes em inúmeras áreas profissionais! 

Armadilhas do multipotencial: não caia nelas!

Multipotenciais, geralmente, estão sempre idealizando ou planejando e isso pode ser ótimo… O problema é que grandes projetos demandam tempo, esforço, comprometimento de médio ou longo prazo, e esse é o desafio da multipotencialidade. 

A pessoa multipotencial tem uma tendência a perder o interesse ou se sentir entediada com as coisas com uma certa frequência. Por essa razão, ela começa vários projetos e nem sempre termina. Ela tem iniciativa mas não tem acabativa, ou seja, tem facilidade em dar os primeiros passos em um projeto, mas, na primeira dificuldade, já acha que aquilo não é mais para ela e parte para o próximo interesse.

Ao fazer escolhas e tentar se envolver mais profundamente em algum projeto, a multipotencial sempre fica com aquela sensação de que está faltando alguma coisa, por ter que abrir mão de parte dos seus interesses. Essa sensação devolve a multipotencial o padrão de indecisão e de que a escolha tomada talvez não seja boa o suficiente. Ou seja, volta-se à estaca zero! 

Use a multipotencialidade a seu favor

1. Combinação: combine seus interesses e habilidades em uma carreira

Liste os aspectos que você gostaria que fizessem parte da sua carreira: temas do seu interesse, habilidades que você gostaria de desenvolver. Nesse momento, pode listar TODOS eles, sem compromisso. Essa é a hora de explorar!

Após listar, busque formas de unir diferentes aspectos em uma mesma carreira de modo a deixá-la mais dinâmica e completa. 

Exemplos:

  • Se você gosta de moda e maternidade, pode abrir uma empresa de roupas para bebês.
  • Se você gosta de finanças e sustentabilidade, pode trabalhar no setor financeiro de uma empresa de energia solar. 

2. Generalismo: você não precisa escolher uma especialidade

Existe uma tendência profissional de buscar se especializar, criar repertório específico sobre aquele assunto e se diferenciar como profissional, a partir dessa estratégia.

Talvez para uma multipotencial seja difícil pensar em uma especialização… Existem caminhos no mercado que valorizam conhecimentos genéricos

Exemplos:

  • Cargos de liderança no mundo corporativo unem visão técnica e habilidades de gestão
  • Qualquer desafio no empreendedorismo requer uma visão completa do negócio

3. Jornada: valorize sua trajetória 

Todas as escolhas da sua carreira importam muito, mas nenhuma escolha isoladamente vai incluir ou excluir tudo definitivamente da sua vida. A sua carreira não é uma fotografia do que vai ocorrer hoje ou amanhã, mas uma jornada formada por várias escolhas.

De tempos em tempos, todas nós iremos “reciclar” nossas escolhas profissionais! Então, fique tranquila: você não precisa abraçar tudo de vez.

É possível que na sua próxima escolha profissional você não esteja considerando um grande interesse seu e está tudo bem porque lá na frente ele pode aparecer de novo para você. Você pode fazer muitas coisas na sua vida, você só não vai conseguir fazer tudo ao mesmo tempo.

4. Decisão: não decidir também é uma escolha 

Mesmo que você combine diversos aspectos ou que escolha um caminho mais generalista, ainda assim será necessário fazer escolhas.

Por mais doloroso que seja tomar uma decisão, será ainda mais doloroso não tomá-la.

Enquanto você não toma uma decisão, planeja sua implementação e a executa, o tempo continua passando e você continuará no mesmo lugar. Qualquer escolha que você tome, desde que seja uma Escolha Cuidada, será benéfica.

Os seus interesses e habilidades que forem ser abarcadas nessa decisão, não precisam ser excluídas da sua vida, pois a sua vida não se resume ao seu trabalho. Você pode explorá-los de outras formas, por exemplo, como hobbies!